Pois uma pitada destes temperos faz toda a diferença!!!

13
Jul 10

Hi People!

 

Como vão vocês??

E ai, gostaram do título do post? Fiquem calmos, não é sobre Malhação não (para quem não se lembra, Múltipla Escolha era o nome de uma escola na novela)..Hehe!! Pois bem, o post dessa semana é sobre a variedade de cursos e instituições de ensino, e claro sobre a facilidade ou dificuldade gerada por esta diversidade de opções na hora de escolher qual profissão seguir.

Esperamos que gostem do texto.

Ahhh, não esqueçam de deixar suas opiniões no fim do texto, ali no link onde diz comentar :D

Mas chega de enrolar, vamos ao que interessa.

 

DIVERSIDADE DE CURSOS

 

Pois é, se na época de nossos pais e avós escolher qual profissão seguir não era coisa simples, imaginem agora, com toda essa variedade de cursos.

.

 

Sério mesmo, existem dezenas de cursos - tanto superiores quanto técnicos- por ai.

Os cursos superiores, por exemplo, são divididos em três grandes áreas: Ciências Exatas, Ciências Biológicas e Humanidades.

Ou seja, podemos cursar direito, medicina, ciência da computação, Gerontologia, podemos ser designers, músicos, teólogos, engenheiros de bioprocessos...

Ai surge à questão: a variedade de cursos é boa para nós, futuros profissionais que no momento se perguntam “qual profissão seguir” ?

Na nossa opinião, a variedade de cursos tem seu lado positivo e também seu lado negativo.

 

Lado Positivo – A variedade de cursos permite que tenhamos mais opções de carreiras, o que é muito bom, afinal se não nos identificarmos com determinado curso podemos investir em outras áreas. Além disso, a variedade de cursos é sinal de que o Mercado de Trabalho tem vagas para as mais variadas áreas, sendo assim não precisamos cursar determinado curso porque o Mercado precisa, mas sim por nos sentirmos atraídos pelo curso. Agora podemos nos tornar profissionais realizados, pois temos a chance de nos formar na área que nos damos bem e ainda por cima, sermos bem remunerados.

 

Lado Negativo- Escolher a faculdade ou curso técnico que cursaremos não é fácil para nós jovens, afinal esta escolha terá reflexos permanentes nas nossas vidas. Já sendo esta uma tarefa difícil, a grande gama de opções acaba nos confundindo. Ou seja, por causa do grande número de cursos disponíveis, às vezes precisamos entrar em vários cursos até descobrirmos com qual nos identificamos.

 

DIVERSIDADE DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO

 

Além de se perguntar qual curso escolher, nós jovens nos preocupamos com o lugar que estudaremos. Não faltam instituições de ensino, atualmente temos Faculdades Particulares e Públicas, Escolas Técnicas, além de Instituições Internacionais – intercâmbio. Ou seja, escolher qual a melhor opção não é nada fácil. Atualmente não faltam Instituições de Ensino muito “fortes”, mas da mesma forma há escolas que não apresentam um rendimento razoável.

Por isso, na hora de escolher em qual instituição fazer determinado curso, é preciso pensar se é o local correto para que possamos começar a trilha que nos levará à realização de nossos sonhos, se é uma instituição de qualidade, se possui bons professores, etc.

É importante lembrar que ambas as instituições possuem semelhanças, mas que o que cada uma acrescenta de conhecimento nas nossas vidas é diferente, como exemplo podemos citar o fato de que em uma instituição de Curso Técnico a prática é valorizada, enquanto na Faculdade a teoria é mais valorizada.

A Instituição de Curso superior é a conhecida Faculdade, nela os cursos tem em média 4 ou 5 anos, a teoria é amplamente discutida, deixando o conhecimento prático um pouco de lado. A faculdade – ou seja, o curso superior- não é indicado para quem busca uma oportunidade de emprego rápida, ao contrário do que a maioria imagina o curso superior não garante emprego a ninguém. As Instituições de Curso Superior podem ser Públicas ou Privadas, independente disso, a maioria delas disponibiliza um razoável número de bolsas, o que é muito importante, pois garante o direito ao estudo de pessoas carentes. As Instituições Públicas, como por exemplo, a UFSC, são conhecidas por suas provas complicadas e pela qualidade de ensino, mas da mesma forma, muitas Instituições Particulares ganham fama graças à sua qualidade. Por isso, antes de escolher a instituição na qual faremos nosso curso, é importante pesquisar a respeito de sua qualidade e sua história. A faculdade é uma boa opção, mas é importante ter em mente que ela não traz “resultados” imediatos e que seu custo-benefício nem sempre é vantajoso. Há também, cursos superiores à distância, que são uma boa escolha para o pessoal que trabalha e não tem muito tempo livre, mas que mesmo assim deseja cursar uma faculdade. Essas Instituições surgiram há pouco tempo, e já conquistaram os corações de muitos estudantes ocupados.

 

Por sua vez, as Escolas Técnicas apresentam cursos com menor duração- cerca de dois anos-, valorizando mais o conhecimento prático do que o teórico. As Escolas Técnicas apresentam cursos para pessoas que buscam resultados mais rápidos, que querem entrar no Mercado de trabalho no menor tempo possível. Da mesma forma que na faculdade, na hora de escolhermos em qual instituição estudar, precisamos buscar seu histórico, conhecer seus professores e métodos de ensino. O que não falta hoje em dia são escolas não-licenciadas.

Falando de modo geral, as Instituições Internacionais- tanto técnicas quanto superiores- são uma boa opção para quem deseja se formar e ao mesmo tempo adquirir bagagem cultural. Estudar em uma escola do exterior não só é valorizado pelo mercado de trabalho, mas também nos torna pessoas com uma visão mais ampla. Fazer um curso ou faculdade em uma instituição de ensino internacional é recomendado para aqueles que desejam adquirir conhecimento ligado à área do curso escolhido e ao idioma do país visitado. Com toda certeza, cursos e intercâmbio tem tudo a ver, só é preciso pesquisar muito sobre a Instituição, afinal não estamos muito ligados ao que acontece nas redes de Ensino nos outros continentes.

Independente do fato de cursarmos um curso em uma Faculdade Pública ou Privada, em uma Escola Técnica ou estrangeira, é importante levarmos em consideração quais são nossos objetivos e ver se eles combinam com as oportunidades dadas pela Instituição escolhida, além da qualidade dos cursos oferecidos.

 

DICAS DE COMO ESCOLHER UMA BOA INSTITUIÇÃO DE ENSINO

 

  • Visitem a Instituição, vejam como funcionam as aulas e a organização da escola, saibam se elas correspondem as vossas expectativas.

  • Conheçam os professores, perguntem sobre suas formações e o modo como apresentam suas aulas, sobre a experiência de cada um deles.

  • Conversem com pessoas que já estudaram na Instituição

  • Veja se a escola facilita a vida do aluno, pois segundo o professor de cursinho Carlos Eduardo Bindi, os alunos que estudam em lugares em que “sua vida” é facilitada tendem a aprender menos.

  • Não devemos nos deixar levar pela infraestrutura, pois isso não é garantia de qualidade teórica, nem prática.

  • Visite o site da Instituição. Segundo Alberto Francisco do Nascimento “Visitar o site das faculdades também ajuda. Ali devem constar informações sobre notas obtidas nas últimas avaliações e também sobre a infraestrutura oferecida, como bibliotecas, laboratórios, computadores”

  • Não se deixem levar por modinhas, se determinada Instituição está na “moda” não significa que ela apresenta cursos de qualidade.

     

    ESCOLHENDO A FUTURA PROFISSÃO


     

    Como vocês puderam notar, com tanta variedade de cursos e escolas, escolher qual curso fazer ou qual profissão seguir não é nada fácil. Que garotinha nunca sonhou em ser atriz ou bailarina, e que menino nunca disse que seria jogador de futebol ou bombeiro. A questão é que quando crescemos nossos sonhos e ideais mudam, em consequência desistimos das ideias de criança. E é ai que vem o problema, já estamos completando o Ensino Médio e não sabemos para o que prestar vestibular, ou que curso cursar. Como vocês, nós do C&C também temos estas dúvidas, e resolvemos ir atrás de algumas dicas para ajudá-los e nos ajudar. Seguem as dicas:

     

    • VOCAÇÃO - É verdade que com muita dedicação podemos nos dar bem em qualquer área, mas não se pode negar que a vocação ajuda muito na hora da realização de um bom trabalho.

    • SONHO- É necessário que saibamos quais são nossos sonhos e nossas ambições, para que possamos buscar profissões que facilitem suas realizações.

    • MERCADO SATURADO- Todos sabemos que o Mercado Saturado faz com que a competição seja maior, então na hora de escolher determinada profissão é importante ter em mente que será preciso muita dedicação e persistência, e que conseguir um bom emprego pode ser uma tarefa um tanto difícil.

    • PROFISSÕES EM ALTA- Se determinada profissão oferece grande número de vagas atualmente, não quer dizer que será assim quando vocês entrarem no mercado de trabalho. Por isso, não podemos nos deixar levar por modinhas.

    • VISÃO AMPLA- É importante pensarmos no futuro, talvez determinada profissão não esteja no seu auge atualmente, mas quem sabe daqui a alguns anos? Além do mais, às vezes o Mercado pode não apresentar vagas aqui no Brasil, mas em outros países determinado profissional pode estar em falta.

    • FELICIDADE- Buscar uma profissão que venha nos fazer feliz é super importante. Afinal, não tem coisa melhor do que fazer o que a gente gosta e ainda receber por isso.

    • SEARCH - Pesquisar nunca é demais. Buscar ajuda de amigos, dos pais e professores, ler artigos relacionados à escolha da profissão e fazer testes vocacionais* é de grande ajuda.

     

    *Ficou com vontade de fazer um teste vocacional? Clique aqui e aqui

    Dêem uma olhadinha no vídeo feito pelo pessoal do EXPRESSOCULTURA no ano passado.



    DEPOIMENTOS & HISTÓRIAS

     

    Podemos dizer com certeza, que a maioria dos jovens ficam indecisos na hora de escolher qual curso fazer. É claro que existem exceções, aqui "no Blog" por exemplo, uma de nós sabe qual profissão seguir e a outra não. Então, para que a indecisão não nos deixasse tristonhos, fomos atrás de alguns depoimentos, no qual o pessoal conta como foi escolher qual carreira seguir.

     

    "Quando resolvi estudar Direito, já trabalhava em um escritório de advocacia. Penso que esta situação tenha ajudado muito na escolha de minha profissão. O ingresso na universidade foi bastante difícil, mesmo porque naquela época nós não tínhamos a facilidade de acesso que os alunos de hoje têm. Mas, com muito estudo e determinação, consegui sucesso no vestibular e, então, ingressei no curso de Direito.

    De minha parte, nunca tive dúvidas a respeito da profissão que queria seguir. Fiz a escolha e não me arrependo. Nunca pensei em desistir e sempre fui muito determinado em meus estudos.

    Penso que o aluno, quando conclui o seu processo de escolha, deve ter em mente prosseguir em sua caminhada, aprofundando-se cada vez mais em seus estudos, sempre no sentido de buscar o aprimoramento na carreira escolhida." (Carlos Santos de Oliveira , Professor da Universidade Estácio de Sá, Juiz de Direito do Estado do Rio de Janeiro)

     

    "Eu tinha 16 anos quando me apaixonei pela biologia, depois de uma aula fascinante sobre a origem da vida. Decidi cursar biologia e ser geneticista. Meu pai, um engenheiro, me acusou de estar fugindo do vestibular de medicina. Acabei entrando nos dois cursos e tranquei medicina por dois anos antes de desistir. Fiz doutorado nos Estados Unidos e depois fui pesquisador em Cambrigde, Inglaterra. Voltei em 1986 para ser professor na USP. A grande preocupação do meu pai era como eu ia ganhar dinheiro. Em 1990, abri a primeira empresa de engenharia molecular no Brasil, Biotec, e agora comando um fundo de investimento em biologia, a Votorantim Ventures. Quando um dos meus filhos me disse que ia fazer ciências sociais, eu respondi que achava ótimo.” (Fernado Reinach, biólogo e geneticista)

     

    Cristina de Holanda, 26 anos - A vendedora Cristina sofreu por basear suas escolhas no retorno financeiro. Ao prestar vestibular pela primeira vez, ela já sabia que queria trabalhar na área de psicologia, mas percorreu um longo caminho antes de seguir a própria vontade. Cristina começou cursando engenharia da computação porque havia encontrado um emprego em informática. Mas teve dificuldades com as aulas de cálculo e acabou desistindo ao perceber que seria reprovada. Optou então por jornalismo, carreira apontada no teste vocacional. Gostou do curso, mas os professores a assustaram dizendo que era difícil arrumar emprego. Então largou. Como estava trabalhando com vendas, tentou administração, por que não? Achou maçante. Partiu para publicidade e também não curtiu. Só se sentiu realizada em psicologia. “Não tinha cursado antes simplesmente porque achava que não ia ganhar dinheiro. Mas resolvi fazer o que gosto.”


    A VOZ DO POVO

     

    Fomos às ruas e perguntamos aos cidadãos de Joinville se para eles a variedade de cursos, tanto superiores quanto técnicos, ajuda na hora de escolher a profissão.

    Veja o que o povo Joinvillense pensa:

     

     

    94% dos entrevistados disseram que SIM

    6% dos entrevistados disseram que NÃO

     

    (Foram entrevistadas 50 pessoas)


    DICAS INTERESSANTES

     

    Ficou com vontade de cursar uma faculdade ou um curso técnico? Achou a ideia de fazer algum curso junto com intercâmbio legal? Seguem abaixo alguns links:

     

    ENEM- http://enem.inep.gov.br/

    PROUNI - http://siteprouni.mec.gov.br/

    UFSC - http://www.ufsc.br/

    Univille - http://www.univille.edu.br

    SENAI - http://www.senai.br

    SOCIESC - http://www.sociesc.org.br

    CI - http://www.ci.com.br/


    VALE A PENA VER...



REFERÊNCIAS

 

http://www.mundovestibular.com.br/articles/155/1/Como-Escolher-sua-Profissao/Paacutegina1.html

http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/como-avaliar-curso-superior-381517.shtml

http://br.noticias.yahoo.com/s/22102009/48/manchetes-escolher-curso-superior-ideal.html

http://veja.abril.com.br/especiais/jovens_2003/p_064.html

http://gloss.abril.com.br/sua-grana/conteudo/como-escolher-profissao-certa-449497.shtml

http://www.efeitojoule.com/2008/06/por-que-um-curso-universitario.html


 

Salve, Salve Galera!!

 

Esperamos que vocês tenham gostado do post!!!

Deixem seus comentários abaixo :D

 

Deus vos abençoe


Até o próximo post :*

 

  • OBS: Não podemos deixar de  agradecer às pessoas que estão deixando seus comentários. Eduardo, Silvana, Davi,Isabel, Sandreli, Vânia,etc..Obrigada mesmo pessoal!!! Continuem comentando!

 

 


publicado por conhecimentoecultura às 21:15
sinto-me:
música: Looking for Paradise - Alejandro Sanz & Alicia Keys

2 comentários:
Olá pessoal!!!

É verdade que a grande variedade de opções de cursos causa indecisão na cabecinha dos jovens. Mas não se pode negar que essa variedade de opções faz com que haja um tipo de profissão que combine com os mais variados perfis.

Boa sorte no Desafio...
Deus os abençoe
Isabel Frainer a 22 de Julho de 2010 às 23:31

Olá Isabel...
Obrigada pelo comentário.
Realmente, a variedade de opções tem seu lado positivo e seu lado negativo.
Obrigada por expressar sua opinião. Continue nos privilegiando com seus comentários.
Amanda - Blog a 25 de Julho de 2010 às 01:47

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
28
29
30
31


arquivos
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO